Quando o tratamento clínico falha e o índice de massa corpórea se encontra adequado para cirurgia quais as formas de tratamento?

Existem três formas básicas de tratamento através das técnicas restritivas, das técnicas disabsortivas e das técnicas mistas.

O que são técnicas restritivas ?

São técnicas que restringem o volume de alimento que o paciente ingere nas refeições, tanto mais quanto mais sólidos eles forem. De uma forma geral, com estas técnicas o paciente come menos sólidos e pastosos e consequentemente emagrece. O resultado, no entanto, depende da colaboração do doente pois alimentos líquidos podem ser ingeridos quase no mesmo volume que eram antes da operação e se forem muito calóricos irão atrapalhar ou até impedir a perda de peso.

Então porque faze-las ?

Por que são mais simples, de menor risco, de mais fácil adaptação, de mais fácil recuperação. Tem o inconveniente de que a perda de peso é menor do que nas outras técnicas.

Como são as técnicas restritivas ?

Temos várias formas de faze-las. As principais são: a cerclagem dentária, o balão intragástrico, a gastroplastia vertical restritiva de Mason, a banda gástrica ajustável por laparoscopia, entre outras.

Como é a cerclagem dentária ?

É uma forma antiga de tratamento, no momento em desuso pela qual os dentes da arcada superior são amarrados com fios de aço com os dentes da arcada inferior, da mesma maneira que se usa para fraturas dos ossos da face. Com isto, o paciente toma líquidos em pequenas quantidades, que orientados para serem de baixo valor calórico, levam a importante perda de peso. É um método temporário e deve ser interrompido quando se alcança uma perda de peso aceitável e possível. Nem sempre se consegue perda de peso que convença.

O que é o Balão intragástrico? ( Bioenterics Intragastric Balloon - BIB®)

O que é gastroplastia vertical restritiva de Mason?

Mason, cirurgião norte-americano, descreveu já há alguns anos esta operação que consiste em "grampear" o estômago de maneira a criar um "hall" de entrada que recebe o alimento e devido ser pequeno, dá ao paciente a sensação de estar "cheio". Com isto até esta antecâmara gástrica esvaziar, o paciente tem a sensação de que está satisfeito e sem fome. Somando o volume final de alimentos ingeridos durante o dia pode-se dizer que corresponderá a um pequeno percentual do seu habitual e assim perderá peso. Tem o inconveniente de que se o paciente usar líquidos em vez de alimentos sólidos, poderá toma-los em grande quantidade e ser forem hipercalóricos, a perda de peso não será a esperada. É uma técnica que deve ser usada em pacientes especiais, escolhidos com critério, disciplinados e cooperativos. Fazemos esta operação em caráter excepcional.

Grampeamento do estômago Formação da antecâmara Aspecto da Cirurgia
mason.jpg (7539 bytes) mason2.jpg (11177 bytes)

RX do estômago operado

Operação pronta Variação técnica

rxmason.jpg (9712 bytes) masonmod.jpg (6379 bytes)

O que são grampeadores ?

São instrumentos que fazem os cortes e as costuras cirúrgicas automáticas e usam como material de sutura delicados e finos fios de aço titânio que quando aplicados lembram a forma de grampos de papel.

O que é banda gástrica ajustável por laparoscopia (lap-band ou banda laparoscópica) ?

Banda gástrica é uma prótese de material plástico (silicone) que tem um balão insuflável, por dentro, parecido com um manguito do aparelho de medir pressão arterial. Quando colocada em volta da parte alta do estômago forma um anel que o aperta conferindo-lhe a forma de um relógio de areia. Quando o balão é insuflado ou desinsuflado, aperta mais ou menos o estômago de maneira que podemos controlar o esvaziamento do alimento da parte alta para a parte baixa do órgão. O balão é ligado a um botão de metal e plástico que fica embaixo da pele por intermédio de um delicado tubo de silicone. Este botão que fica sob a pele e gordura, fixo no músculo do abdome, pode ser alcançado com uma fina agulha de injeção. Desta forma podemos injetar água distilada para apertar mais o estômago ou esvaziar o receptáculo para aliviar a obstrução à passagem de alimento. O principio da operação é semelhante a operação de Mason porém é feita por laparoscopia, ou seja, sem abrir o abdome e pode ser regulada depois, a qualquer tempo, ambulatorialmente. A perda de peso, da mesma forma, fica em torno de 20 a 30% em média e depende da cooperação do paciente.

Banda gástrica

Prótese aplicada

bandalap2.jpg (18004 bytes)

bandalap.jpg (8036 bytes)

Radiografia da prótese Forma de funcionamento no estômago

bandarx.jpg (18295 bytes)

O que são técnicas disabsortivas ?

São técnicas que permitem ao paciente comer, no entanto atrapalham a absorção dos nutrientes e com isto levam o obeso ao emagrecimento. São, em geral, bem sucedidas quanto ao emagrecimento que pode chegar a 50% do peso original, no entanto, tem necessidade de controle mais rígido quanto a distúrbios metabólicos, de elementos minerais e vitaminas. Não são as operações de primeira escolha. Sempre teremos uma indicação especial para seu emprego. Se os pacientes forem bem cuidados tem boa evolução.

Estas operações são aquelas conhecidas como "desvios do intestino" ?

Sim, são estas. Desviam uma boa parte do caminho que os alimentos tem que cursar. São várias as opções. Geralmente vários metros de intestino delgado são deixados de lado. Olhando para os desenhos que seguem dá para ter uma idéia de dois tipos destas derivações

Derivação jejuno-ileal
Operação de Payne

Derivação bilio-pancreática
Operação de Scopinaro

scupinaro.jpg (5106 bytes) obesderbil.jpg (8545 bytes)

 

O que são técnicas mistas ?

Operação de CapellaSão técnicas que associam um pouco de restrição a ingesta do bolo alimentar com um pouco de disabsorção, ou seja um desvio intestinal menor. Usamos também os grampeadores para cortar e costurar o estômago. Separamos o estômago original em dois. Um grande que fica fora do caminho dos alimentos e um pequeno, que recebe por vez não mais que 30 ml. de ingesta. Este pequeno estômago é ligado ao intestino. Esta técnica além de limitar o volume do que entra também limita a velocidade de esvaziamento do estômago pois é aplicada uma banda de contenção, ou seja, uma pequena gravata restritiva por fora do coto gástrico. As técnicas mais utilizadas são as de Fobbi e de Capella, que tem muita semelhança entre si e guardam os mesmos princípios. Atualmente é a melhor técnica e é a que está sendo mais usada em todo o mundo.

Esta operação necessita abrir o abdome ?

Sim, para a segurança e para a rapidez do procedimento, entretanto, já iniciamos a fazer exatamente a mesma operação por laparoscopia. Vencidos alguns obstáculos dentre os quais o de custos devido o uso de grande número de grampeamentos, poderemos realizar em maior número de pacientes esta operação por laparoscopia.

Todas as operações emagrecem de forma igual ?

Não. As restritivas são as que menos emagrecem. As disabsortivas são as que mais emagrecem. As mistas ficam num patamar intermediário, com perda de peso em torno de 40% do peso original, com menor número de complicações comparada com as disabsortivas. As mistas constituem hoje o "padrão ouro" das operações para obesidade mórbida.

Qual o nome correto para estas operações ?

São chamadas operações bariátricas, ou cirurgias bariátricas.