Cirurgia do Intestino Delgado

Enterectomia

É a retirada de um segmento do intestino delgado devido doenças como inflamações, tumores benignos ou malignos, traumatismos, etc, A emenda (anastomose) entre os segmentos que sobram permitem a continuidade do trânsito do tubo digestivo

Enterotomia

É o ato de abrir o intestino para dele retirar algo como segmento de lesão para biópsia, corpo estranho, etc. Após a abertura tem que se fechar através de sutura local.

Enteroanastomose

É a emenda (anastomose) de dois segmentos do intestino delgado ou do intestino grosso após Enterectomia ou Colectomia ( ver abaixo)

Enterorrafia

É a costura (sutura) de uma abertura no intestino delgado ou grosso.

Jejunostomia

É uma abertura no intestino delgado através da qual se faz uma saída artificial de fezes ou se introduz alimentos ou medicamentos. Pode ser feita direta na pele onde se coloca uma bolsa coletora ou por sonda para administração de dietas especiais ou medicamentos. Chama-se jejunostomia por ser feita no início do intestino delgado que é chamado de jejuno.

Ileostomia

É uma abertura no intestino delgado, agora na sua parte mais terminal, que é chamada de íleo, com a finalidade de drenar as fezes que se encontram nesta região. É usada como saída temporária quando se quer deixar o intestino grosso em repouso por razão de doenças locais ou operações delicadas que exijam repouso deste local. É uma saída definitiva quando o intestino distal é retirado por estar com doença irrecuperável. Neste caso o paciente usará uma bolsa coletora para sempre.

Diverticulectomia

É a retirada de um divertículo (saculação) encontrado no intestino delgado. O divertículo mais conhecido nesta região chama-se Divertículo de Meckel e se encontra no íleo.

Polipectomia

É a retirada de pólipos deste segmento do tubo digestivo Normalmente é feita por endoscopia, mas, em situações especiais é feita no ato cirúrgico

Biópsia:

É a retirada de um fragmento deste local do aparelho digestivo com a finalidade de ser examinado no laboratório e permitir que se faça o diagnóstico da doença em questão