Cirurgia do Estomago

Gastrofundoplicatura

É uma operação que se usa o estômago para envolver o esôfago no abdome e com isto criar uma válvula contra o refluxo ácido ao esôfago. É usado no tratamento da doença do refluxo gastroesofágico e da hérnia hiatal sintomática. No caso de hérnia hiatal também se faz a correção deste defeito.

Gastrectomia

Retirada do estômago em parte (parcial) ou no seu todo (total) por doenças locais como câncer, tumores benignos vários, ulceras ou lesões traumáticas. Após a retirada do estômago em parte ou no todo emenda-se o que sobra com o intestino delgado ( anastomose com o jejuno )

Gastroenteroanastomose

É a emenda (anastomose) do estômago com o intestino delgado. Serve para desviar os alimentos e as secreções quando o estômago não é retirado ou após a gastrectomia.

Gastroplastia

O nome sugere plástica do estômago o que não deixa de ser algo desta natureza. O termo é usado para designar a modificação que se faz no estômago no tratamento cirúrgico da obesidade mórbida

Vagotomia

É a secção dos nervos vagos ao chegarem no abdome, em volta do esôfago abdominal, para diminuir a produção de ácido clorídrico no estômago, procedimento necessário junto com outras operações para o tratamento cirúrgico da úlcera péptica gastroduodenal.

Piloroplastia

É uma secção do músculo denominado piloro, na saída do estômago para propiciar mais fácil esvaziamento do conteúdo do estômago ao duodeno. É cirurgia acessória junto com certas vagotomias ou gastrectomias parciais. É um complemento do tratamento cirúrgico das úlceras pépticas gastroduodenais