O que é um distúrbio motor do esôfago?

O esôfago é um tubo constituído de músculo que se estende do pescoço ao abdomen e comunica a parte posterior da garganta ao estômago. Quando engolimos , há uma coordenação de movimentos musculares através de contrações seqüenciais que empurram o alimento ou líquido da garganta até o estômago . Distúrbio motor é quando as contrações musculares se tornam desordenadas ou fracas , interferindo com o movimento do alimento através do esôfago. Distúrbios motores causam dificuldade para engolir , regurgitação de alimento, e em algumas pessoas dor no peito (imitando dor de infarto do coração)

O que é acalásia?

 o músculo (esfíncter) não se abre!Acalásia é um dos vários tipos de desordem motora do esôfago . É caracterizado pela ausência de contrações musculares na porção inferior do esôfago e falha na abertura do esfíncter esofagiano inferior (grupo muscular que fica fechado em repouso , impedindo o retorno do ácido do estômago para o esôfago – DRGE) . Esta falha impede o alimento de chegar até o estômago. Pessoas com acalásia tem dificuldade progressiva em ingerir alimentos sólidos até líquidos com o passar dos anos. Geralmente apresentam regurgitação (retorno do alimento até a boca antes de chegar no estômago) e algumas vezes dor no peito. Pode haver perda de peso progressiva.

O que pode causar distúrbios motores e acalásia?

O motivo pelo qual se inicia esta descoordenação dos movimentos do esôfago não estão bem definidos. Algumas doenças como o lupus eritematoso sistêmico que pode levar a uma alteração motora do esôfago. Um grupo de células nervosas que é responsável pela coordenação dos movimentos sofrem alterações degenerativas . O motivo destas alterações ainda não é conhecido.

Qual a incidência de acalásia?

Nos E.U.A aparecem 2 mil casos todos os anos. Geralmente é diagnosticado no adulto , porém pode ocorrer durante a infância. Não há preferência por sexo ou raça e não há correlação familiar.

Como sei se tenho acalásia ou algum distúrbio motor do esôfago?

Distúrbios motores são problemas persistentes, podendo durar por meses ou anos. Portanto se você experimentou sintomas esporádicos é provável que não se trate de distúrbio motor do esôfago. Os pricipais sintomas são : dificuldade para engolir, regurgitação de alimentos e dor. Nem todas as pessoas têm todos os sintomas . Em pacientes com acalásia o sintoma incial é a dificuldade de engolir. A dor é um sintoma raro em acalásia.

Como as pessoas são avaliadas para saber se têm acalásia ou distúrbio motor de esôfago?

Pessoas com dificuldade para engolir devem ser submetidas a endoscopia digestiva para descartar a possibilidade de câncer. A endoscopia é realizada ambulatorialmente com sedação.

Outro exame é o RX do esôfago. Este exame é realizado durante a deglutição do contraste. Enquanto o paciente engole o contraste são realizadas várias chapas de rx.

O melhor exame para diagnóstico de distúrbio motor de esôfago é a manometria esofágica. Uma pequena sonda é passada pelo nariz até o esôfago distal (próximo ao estômago) e retirada lentamente enquanto é solicitado ao paciente tomar pequenos goles de água. Esta manobra permite ao examinador avaliar a força e coordenação das contrações do esôfago

Quais os tratamentos disponíveis para acalásia?

Existem inúmeros tratamentos disponíveis para acalásia com excelentes resultados. Infelizmente não há medicações para tratá-la. Se não tratar os sintomas tendem a piorar.

Dois tipos de tratmento são realizados sob sedação utilizando-se a endoscopia. O primeiro é a dilatação com balão. Um balão vazio é colocado ao nível do estreitamento do esôfago e expandido, abrindo (estiramento) os feixes musculares deixando esta área permanentemente aberta. Este procedimento traz bons resultados em 75% dos casos, mas há 3% de risco de perfuração (ruptura) do esôfago. Neste caso há necessidade de cirurgia de emergência. Normalmente são necessárias várias sessões de dilatação.

O outro tipo também realizado através da endoscopia, é feito através da injeção de toxina butolínica (botox) no esfíncter esofagiano inferior . A toxina paralisa o músculo , mantendo-o aberto, desta forma permintindo a passagem de alimento para o estômago. Mais de 60 % das pessoas que se submetem a este tratamento apresentam uma melhora importante.

A cirurgia é recomendada para vários pacientes com acalásia. Durante a cirurgia é cortado o músculo daválvula entre o esôfago e estômago (esfíncter esofagiano inferior), permitindo a passagem de alimento. Esta cirurgia é realizada desde o início do século 20 e atualmente é feita através da videolaparoscopia. Os bons resultados chegam a 95% de alívio dos sintomas após a cirurgia.

É importante salientar que não é possível restaurar completamente a função motora do esôfago já que não se conhece a causa. A maioria dos pacientes tratados terão uma vida bem próximo ao normal.

E o tratamento de outros distúrbios motores?

Os outros distúrbios não necessitam de terapia específica. Quando os sintomas são exuberantes os pacientes devem receber medicacamentos que relaxem a musculatura do esôfago, ajudando a diminuir a descoordenação de movimento. Raramente a cirurgia é necessária.

Em alguns casos o distúrbio motor é secundário a irritação da mucosa esofágica devido a doença de refluxo. O tratamento deve ser dirigido para a doença de refluxo.